segunda-feira, 29 de junho de 2009

Solidão.

Um abrigo.
Um conforto.
Um abraço, com braços de espinhos.
Porém a única que pode lhe abraçar neste momento.
Um frio, que acaba te aquecendo.
Um desconcerto, que te concerta.
Uma dor que te dá força.
Um problema, que te mostra a solução.
A solidão, um espelho !



(Layane Bandeira)